terça-feira, 2 de abril de 2013

#Aquisições Literárias (Março)

Eu estava indo bem durante o mês de março, mas em um único dia adquiri três novos volumes. Eu juro que tento, mas é mais forte que eu. (é inevitável o discurso de viciado!)




1 - O Lorde Supremo (Trudi Canavan):
Na cidade de Imardin, onde aqueles que têm magia têm poder, uma jovem garota de rua, adotada pelo Clã dos Magos, se encontra no centro de uma terrível trama que pode destruir o mundo todo. Sonea aprendeu muito no Clã, e os outros aprendizes agora a tratam com um respeito relutante.
No entanto, ela não pode esquecer o que viu na sala subterrânea do Lorde Supremo, ou seu aviso de que o antigo inimigo do reino está crescendo em poder novamente. Conforme Sonea evolui no aprendizado, começa a duvidar da palavra do mestre de seu clã. Poderia a verdade ser tão aterrorizante quanto Akkarin afirma? Ou ele está tentando enganá-la para que Sonea o ajude em algum terrível esquema sombrio? (Fonte: Skoob)


Terceiro volume da trilogia do Mago Negro, estou um bocado ansiosa para ler o desfecho da estória. Estou "devendo" a resenha dos livros anteriores, mas acho que vou deixar para quando terminar o terceiro. Mas já adianto que a narrativa de Trudi Canavan é bem gostosa de ler e tem umas coisas interessantes. Obrigada à companheira Dani 25 por compartilhar o livro!


2- O Lado Bom da Vida (Matthew Quick):
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança. (Fonte: Skoob)


Pela resenha que fiz aqui no blog sobre o filme homônimo, já deu para notar o quanto gostei do filme. E claro que iria querer o livro também. Super ansiosa pela sua leitura.


3 - The Pillars of the Earth (Ken Follett):
Emocionante, complexo, pontilhado de coloridos detalhes históricos, Os pilares da terra traça o painel de um tempo conturbado, varrido por conspirações, jogos intrincados de poder, violência e surgimento de uma nova ordem social e cultural. A figura que melhor expressa os ideais que inspiraram Ken Follett a escrever este livro é Philip, prior de Kingsbridge, um homem que luta contra tudo e todos para construir um templo grandioso a Deus. Mas a galeria de personagens que gravitam em torno da catedral inclui Aliena, a bela herdeira banida de suas terras, Jack, seu amante, Tom, o construtor, William o cavaleiro boçal, e Waleran, o bispo capaz de tudo para pavimentar seu caminho até o lugar do Papa, em Roma. Como painel de fundo, uma Inglaterra sacudida por lutas entre os sucessores prováveis ao trono que Henrique I deixou sem descendentes.
Épico que consegue captar simultaneamente o que acontece nos castelos, feiras, florestas e igrejas, Os pilares da terra é a recriação magistral de uma época que nossa imaginação não quer esquecer. (Fonte: Skoob)


Deixei a sinopse e o link para o livro em português, mas o volume que comprei é em inglês por ser mais barato e mais fácil de carregar (adoro esse formato pocket). Fiquei apaixonada por Ken Follett após ler Queda de Gigantes, e já estava querendo ler Os Pilares da Terra há um bocado de tempo. Aquisição que me deixou dando pulinhos de alegria.

2 comentários:

olhosderessaca disse...

Ahhh adorei as aquisições de aquisições de março, e a melhor parte foi ouvir enquanto estávamos na livraria "Porque você me trouxe aqui??" rs Bjsssss

Jéssica O. disse...

hahaha. fica se divertindo com o "sofrimento" alheio, né. hahahah. adoro! XD